Antes de escolher um cirurgião

Antes de escolher um cirurgião

Não existe nenhum tipo de pergunta inconveniente…

Antes de se decidir efetivamente por uma cirurgia de restauração capilar, é uma boa ideia colocar ao cirurgião responsável pela sua restauração capilar uma série de perguntas, para que assim possa confiar na sua decisão. Se precisa de um ponto de partida, aqui estão algumas preocupações que passam pela mente dos pacientes:

  1. Como escolho um cirurgião de restauração capilar?
  2. Quem irá avaliar a minha queda de cabelo e recomendar um processo de tratamento?
  3. Quem estará envolvido na minha cirurgia?
  4. Quais são as suas habilitações, formação e experiência no tratamento da queda de cabelo?
  5. São licenciados? Clique aqui para obter recomendações mais específicas sobre formação e credenciais.
  6. O que devo procurar ao selecionar o cirurgião mais indicado para mim?
  7. Como posso ter a certeza de que as pessoas que levarão a cabo a cirurgia estão devidamente qualificadas para efetuarem cirurgias de restauração capilar?

Sem dúvida que estará a fazer o trabalho de casa na escolha de um cirurgião altamente conceituado e credenciado – e que deve ser a única pessoa a efetuar a sua cirurgia. LEIA MAIS AQUI

  1. Todos os envolvidos na minha cirurgia estão cobertos por seguro de negligência médica?
  2. Quais são minhas opções cirúrgicas?
  3. Qual é a diferença entre FUT (tira) e FUE? Os artigos seguintes fornecem uma comparação imparcial, justa e verdadeira.

    Comparação entre transplante de unidade folicular/procedimento de tira e FUE: Parte 1
    Comparação entre transplante de unidade folicular/procedimento de tira e FUE: Parte 2
    Comparação entre transplante de unidade folicular/procedimento de tira e FUE: Parte 3

É importante saber que tanto o FUT (tira) como o FUE originam cicatrizes. Não existem cirurgias sem cicatrizes no transplante capilar. A ISHRS está preocupada com as falsas e exageradas alegações publicitárias relacionadas com a cirurgia de restauração capilar, tal como a “cirurgia sem cicatrizes” ou a alegação de que a cirurgia pode ser completamente efetuada por uma máquina. A verdade é que qualquer incisão, seja efetuada por uma máquina ou mão, que entra na pele para além das profundezas mais superficiais faz com que se forme uma cicatriz e atualmente não existe nenhuma máquina capaz de executar automaticamente todos os aspetos da cirurgia de restauração capilar. A tecnologia disponível só pode auxiliar os cirurgiões formados a efetuarem uma cirurgia de restauração capilar. Clique em Sinais de Alerta e Mensagens Enganadoras.

  1. Quanto tempo durará o meu procedimento? A maior parte das cirurgias requerem múltiplos procedimentos. Os pacientes devem compreender claramente o compromisso de tempo necessário até alcançarem os resultados desejados.
  2. As pessoas vão notar o meu transplante capilar? Os pacientes devem sentir-se confortáveis ao lidarem com esta preocupação significativa antecipadamente, isto porque um cirurgião de restauração capilar pode sugerir opções para que o transplante se torne menos percetível.
  3. Quanto custará? Os cirurgiões encorajam os pacientes a falarem claramente sobre as questões financeiras, antes da cirurgia. Embora sejam cirurgias raramente cobertas por seguros, as perguntas sobre pagamentos dedutíveis e comparticipações são muito melhor tratadas se forem colocadas antecipadamente. Se for necessário um plano de pagamentos, tanto o paciente como o cirurgião beneficiam se tiverem uma discussão clara sobre este assunto.
  4. Será doloroso? Muitos pacientes, homens em particular, podem estar relutantes ou hesitantes a colocarem perguntas sobre o nível de dor que devem esperar durante o procedimento. Felizmente, os cirurgiões de restauração capilar dispõem atualmente de uma série de métodos pré e pós-operatórios que podem deixá-lo confortável e acalmarem os seus pensamentos sobre a cirurgia.

Clique aqui para obter recomendações mais específicas sobre formação e credenciais.